O que é sala de apoio à amamentação na empresa?

saladeamamentação

Sala de apoio a amamentação na empresa

 O que é sala de apoio à amamentação na empresa?

Em virtude de muitas  mulheres precisarem deixar seus filhos após a licença maternidade e retornar ao mercado de trabalho, o governo lançou uma nota técnica  com o  objetivo de orientar a instalação de salas de apoio à amamentação em empresas públicas ou privadas e a fiscalização desses ambientes pelas vigilâncias sanitárias locais. É uma nota técnica conjunta SAS/MS-ANVISA e está embasada na RDC/Anvisa nº 171 de 04 de setembro de 2006, que dispõe sobre o Regulamento Técnico para o funcionamento de Bancos de Leite Humano e na publicação “Banco de Leite Humano – Funcionamento, Prevenção e Controle de Riscos”

Qual a importância?

As salas de apoio à amamentação existentes em algumas empresas através dessa ação auxiliarão as nutrizes  que retornaram ao trabalho após a licença maternidade e que desejam manter a amamentação podem ordenhar o próprio leite e armazená-lo durante o horário de trabalho para, ao final do expediente, levar o leite coletado para o seu filho no domicílio ou até mesmo para doação a um BLH.

O que é necessário para montar a sala?

Para a instalação de uma sala de apoio à amamentação em empresas, podem ser utilizados alguns parâmetros definidos na RDC nº 171/2006 para a sala de ordenha: dimensionamento de 1,5m2 por cadeira de coleta e instalação de 01 (um) ponto de água fria e lavatório, para atender aos requisitos de cuidados de higiene das mãos e dos seios na coleta. Além do espaço necessário para a coleta do leite, a sala deve conter freezer com termômetro para monitoramento diário da temperatura. É importante que o ambiente destinado à sala de apoio à amamentação seja favorável ao reflexo da descida do leite, fundamental para uma boa ordenha. São facilitadores deste reflexo: ambiente tranqüilo e confortá- vel, que permita a adequada acomodação da nutriz, sem interrupções e interferências externas e, de preferência, que dê privacidade à mulher. Para atender a estas qualidades, o ambiente deve ser mobiliado com poltronas individualizadas que promovam melhor acolhimento e privacidade, podendo ser separadas por divisórias ou cortinas; deve possuir ventilação e iluminação, preferencialmente natural, ou prover a climatização para conforto, conforme preconizado na Resolução RE/Anvisa nº 9, de 16 de janeiro de 2003 – Orientação técnica revisada contendo padrões referenciais de qualidade de ar interior em ambientes de uso público e coletivo, climatizados artificialmente. Devem ser disponibilizados pelo serviço, ou pelas próprias trabalhadoras, frascos para a coleta e o armazenamento do leite e recipientes térmicos para o seu transporte.

Fonte: Norma técnica conjunta (Nº01/2010)da ANVISA e Vigilância Sanitária

Anúncios

Por que é importante amamentar?

Por que é importante amamentar

O leite materno é o alimento mais completo que existe para o bebê. Nos primeiros seis meses, ele contém tudo que o bebê precisa, até mesmo água! Portanto, você não precisa dar chá, água, outros leites, mingaus ou suquinhos enquanto ele estiver mamando só no peito, o que traz também grande economia para a família.

O leite materno é fácil de digerir, não sobrecarrega o intestino e os rins do bebê.

É prático, não precisa ferver, misturar, coar, dissolver ou esfriar; está sempre pronto, a qualquer hora e em qualquer lugar.

Protege o bebê contra muitas doenças, em especial diarreia, pneumonia, otites e outras infecções.

Diminui as possibilidades de surgirem problemas alérgicos, respiratórios e também de algumas doenças que costumam se manifestar mais tarde, tais como obesidade, pressão alta, colesterol alto e diabete.

Sugar o peito é um excelente exercício para o desenvolvimento da face, ajudando a criança a ter dentes bonitos, a desenvolver a fala e a ter boa respiração.

Diminui as chances de ocorrência do câncer de mama, de ovário e de diabete da mulher que amamenta.

Favorece a contração do útero materno após o parto, diminuindo as perdas sanguíneas e prevenindo a anemia.

Facilita a perda do peso que foi ganho na gravidez.

O que é preciso para doar meu leite?

6e574148-9fdc-4a52-b688-18345629198

CONFIRA O PASSO A PASSO:

1º) É necessário esterilizar o vidro onde será colocado o leite

– Escolha um frasco de vidro com tampa plástica, pode ser de café solúvel ou maionese;
– Retire o rótulo e o papelão que fica sob a tampa e lave com água e sabão, enxaguando bem;
– Em seguida coloque em uma panela o vidro e a tampa e cubra com água, deixando ferver por 15 minutos (conte o tempo a partir do início da fervura);
– Escorra a água da panela e coloque o frasco e a tampa para secar de boca para baixo em um pano limpo;
– Deixe escorrer a água do frasco e da tampa. Não enxugue;
– Você  poderá usar quando estiver seco.

2º) É necessário se preparar para retirar o leite materno?

– O leite deve ser retirado depois que o bebê mamar ou quando as mamas estiverem muito cheias.

– Ao retirar o leite é importante que você siga algumas recomendações que fazem parte da garantia de qualidade do leite humano distribuído aos bebês hospitalizados:
1- Escolha um lugar limpo, tranquilo e longe de animais;
2- Prenda e cubra os cabelos com uma touca ou lenço;
3- Evite conversar durante a retirada do leite ou utilize uma máscara ou fralda cobrindo o nariz e a boca;
4- Lave as mãos e antebraços com água e sabão e seque em uma toalha limpa.
5- Massageie as mamas com as polpas dos dedos   começando na aréola (parte escura da mama) e, de forma circular,  abrangendo toda mama.

3º) A retirada deve ser preferencialmente feito de forma manual.

– Primeiro coloque os dedos polegar e indicador no local onde começa a aréola (parte escura da mama);
– Firme os dedos e empurre para trás em direção ao corpo;
– Comprima suavemente um dedo contra o outro, repetindo esse movimento várias vezes até o leite começar a sair;
– Despreze os primeiros jatos ou gotas e inicie a coleta no frasco.

Se você estiver com dificuldade de retirar seu leite, procure apoio no Banco de Leite Humano mais próximo de você. http://www.redeblh.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=356

Como guardar o leite retirado para doação?

O frasco com o leite retirado deve ser armazenado no congelador ou freezer.
Na próxima vez que for retirar o leite, utilize outro recipiente esterilizado e ao terminar acrescente este leite no frasco que está no freezer ou congelador.

O leite pode ficar armazenado congelado por até 15 dias.

O leite humano doado, após passar por processo que envolve seleção, classificação e pasteurização, é distribuído com qualidade certificada aos bebês internados em unidades neonatais.

Como a amamentação pode salvar vidas?


amamentação (1)

O aleitamento materno exclusivo (somente leite materno até os 6 meses de vida)  nada mais,  é especialmente importante  por que:

– 11-13% de mortes de crianças (abaixo de 5 anos de idade) poderiam ser evitadas se fossem  amamentadas exclusivamente durante 6 meses.

– Outros 6% de mortes abaixo de 5 anos poderiam ser evitadas com uma alimentação complementar adequada, segura em tempo hábil. As crianças não amamentadas tem 7 vezes mais chances de morrer de diarreia e 5 vezes mais de pneumonia. Em comparação com as crianças que são amamentadas exclusivamente.

– O relatório da UNICEF 2012” State  Of de World´s Children  Report destacou que apenas 37% das 134,6 milhões de crianças nascidas em todo mundo foram amamentadas exclusivamente nos 6 primeiros meses de vida. Destas vidas quase 85 milhões de bebês poderiam ter tido a chance de sobrevivência e desenvolvimento saudável  que foram comprometidos pela falta de amamentação exclusiva.

– Da mesma forma somente  60% das crianças iniciaram alimentação complementar na faixa de 6 -9 meses de idade. Isso significa que milhões de bebês receberam alimentação complementar muito cedo ou muito tarde. Isso significa que muitos bebês receberam a alimentação complementar muito cedo ou muito tarde.

– A amamentação tem sido apontada como a maneira mais eficaz de prevenir a mortalidade infantil. Ela desempenha um papel muito importante na saúde  e desenvolvimento  para o grupo materno infantil.

– A amamentação precoce e exclusiva melhora o cuidado com o recém nascido e auxilia a reduzir a mortalidade neonatal contribuindo assim para a redução da mortalidade infantil.

Amamentação