Atenção: Fique por dentro dos riscos que o excesso de sódio para crianças e bebês!

excessosodio

Alguns alimentos “aparentemente” inofensivos, são comumente oferecido pelas mães aos bebês, mas muitos possuem uma quantidade de sódio que pode causar vários malefícios aos bebês. O sódio em excesso, complica o trabalho dos rins, que não vão conseguir eliminá-lo. Ele vai provocar a retenção de água e aumenta a pressão arterial, causando, com o tempo, problemas cardiovasculares e renais. Hoje muitas crianças já apresentam as consequências do consumo excessivo do sódio através de alguns alimentos. Por dia uma criança de 1 a 3 anos deve consumir 1000mg de sódio por dia. Portanto segue uma lista com alguns alimentos ricos em sódio.

Macarrão instantâneo com tempero 2721mg (85g).

Macarrão instantâneo sem tempero 1198mg (85g).

Hamburguer bovino 567mg 80gr.

Salsicha 551mg 50mg.

Biscoito de polvilho 270mg 30gr.

Biscoito cream craker 230mg 30gr.

Salgadinho de milho 176,9 mg 25gr.

Anúncios

Doula Consultoria e Ribeirinhos!

projetoribeirinhos

A Doula Consultoria Nutricional tem como prioridade prezar pelo o amor no servir! No intuito de fazer o melhor para atender crianças e gestantes, estamos participando através de doações de kits de higiene bucal a serem entregues as crianças e adultos das regiões Ribeirinhas da Amazônia. A nutricionista Adriana Ferreira, que faz parte da Doula Consultoria, estará no período de 19 a 28 de Janeiro visitando as comunidades entregando os kits e fazendo palestras sobre nutrição e orientações para crianças, grávidas e nutrizes da região. Segundo a UNICEF 44% da população sofre com problemas dentários e boa parte precisa extrair os dentes.

Saiba a importância do potássio para a gestante.

potassiogestante

O potássio é um mineral importante para a gestante, pois tem duas funções básicas.

A primeira é que o excesso de sódio pode provocar edema nas gestantes, além de elevar a pressão, logo o consumo de alimentos fontes de potássio podem ajudar a regular a pressão. Arterial. Outra questão é que na gravidez é muito comum as mulheres terem câimbras devido à má circulação sanguínea. O consumo de alimentos fonte de potássio auxilia bastante causando alivio.

Exemplo de alimentos fonte: abacate, ameixa, abacaxi, laranja pera, banana, mamão, maracujá, melão, tamarino. Acelga, aipo, batatas, beterraba, brócolis, chicória, água de coco, ervilha, espinafre, grão de bico, mandioca, milho, rabanete e bertalha.

Consumo de peixes para os bebês (com uma super receita).

consumo de peixes

O cardápio dos bebês já pode conter a partir dos 7 meses o peixe, mas as mães precisam ficar de olho se ocorre alguma reação, além disso temos que ter cuidado com alguns devido a contaminação de e, linguado, salmão, sardinha, pescada, salmão, truta, atum e bacalhau (fonte: FDA). Os peixes possuem alta digestibilidade o que auxilia na digestão dos bebês. Possuem também em alguns casos peixes (salmão, sardinha, atum) ricos em w3, (tipo de gordura) que auxilia nas questões cerebrais e previne doenças do coração.

SEGUE RECEITA:

PAPA DE PEIXE, BATATA DOCE, BROCOLIS E GENGIBRE
1 BATATA DOCE PEQUENA (30GR)
1 FLORETE DE BROCOLIS
2 RODELAS DE GEMGIBRE
1 FILÉ DE LINGUADO O UPESCADA 90GR
CALDO DE LEGUMES CASEIRO.PARA COZINHAR

MODO DE FAZER:

Cozinhe juntos a batata doce e o brócolis com caldo de legumes. Numa panela a parte cozinhe o filé com outra parte do caldo e o gengibre.
Retire o peixe e os legumes e descarte o gengibre, amasse tudo com o garfo e sirva com um fio de azeite.

Quais as quantidades certas dos alimentos que devem fazer parte da comida do meu bebê?

quantidadecerta

Como o bebê precisa de energia para se desenvolver logo os carboidratos vão ajuda-lo nisso. Evite colocar mais de uma variedade desses alimentos, pois o excesso pode levar a obesidade.

O estomago de um bebê de 1 ano tem capacidade máxima de 1 xicara de chá (+- 180 a 200ml).

Quantidades por porção:

– Macarrão, arroz (integral ou branco), aipim cozido (2 colheres de sopa cada).

– Batata cozida pequena (1 unidade).

– Biscoito de leite (3 unidades).

As bebidas à base de soja não devem ser dadas para bebês. Saiba por que!

soja

O consumo excessivo de soja não-fermentada, mesmo sem o açúcar, pode causar alterações hormonais (puberdade precoce) ou prejudicar a absorção de outros nutrientes.

As crianças alérgicas não devem consumir soja em substituição ao leite de vaca. Caso seja prescrito para a criança, o ideal seria uma formula especial para alérgicos ou leite de outros alimentos (amêndoas, arroz etc…)

Um cardápio rico em cálcio, sem caseína ou soja é o ideal. Hoje em dia já temos vários produtos que podem ser substitutos.

Soja pode dar alergia cruzada. Inicialmente a criança não sente nada até que surgem os probleminhas como: otite, chiados no peito, gripes ou algo mais sério como: refluxo, pneumonia, asma.

Caso seja realmente necessário oferecer, procure pelas fórmulas á base de soja, não bebidas ou “leite” de soja vendidos em mercados como se fossem leite mesmo. As propagandas dizem que esses “leites” são ricos em cálcio mas infelizmente não diz que é tudo artificial.