Pirâmide Alimentar Infantil

piramidealimentar

Você sabe qual a importância da pirâmide Alimentar Infantil?

A pirâmide é um instrumento importante para auxiliar os pais no que se refere aos grupos alimentares e suas quantidades necessárias. Quanto maior o acesso da criança  aos grupos alimentares maior será a chance de uma  alimentação  variada e adequada.

Cada andar da pirâmide representa um grupo alimentar e o consumo adequado em quantidade ideal vai permitir que as recomendações nutricionais para as crianças (de acordo com a faixa etária) sejam alcançadas. Portanto é importante o oferecimento de cada grupo e de forma variada a fim de evitar a recusa por causa da monotonia. De acordo com cada faixa de idade a quantidade de porções diárias  dos alimentos é aumentada para poder suprir as necessidades nutricionais da criança.

Grupo 1 carboidratos: pães, biscoitos sem recheio, arroz, macarrão, tubérculos(batata, aipim, inhame ,cará), tapioca, pipoca. Esse grupo é muito importante por que a partir dos 6 meses a criança começa a receber a alimentação complementar ,além disso ela  precisará de mais energia para fazer suas atividades pelo fato de começar a engatinhar e andar.

Grupo 2 Verduras e legumes : espinafre, agrião, couve, chicória, cheiro verde, cenoura, beterraba, tomate, chuchu, abobora, abobrinha, etc…

Frutas: maçã, banana, caqui, laranja, goiaba, tangerina, manga, kiwi, ameixa, nectarina, (uva  abacaxi e abacate  deve ser consumida a partir de 1 ano).Esses dois grupos são importantes por que auxiliam na regulação do corpo do bebê pelo fato de serem ricos em vitaminas e minerais.

Grupo 3 Leite e derivados: queijos, requeijão, leite

Carnes e vísceras: frango ,rã, carne vermelha, ovos  e vísceras

Leguminosas: Feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, soja.

Esse grupo é importante por que são os construtores ou seja auxiliam na construção do sistema imune e estrutura muscular do bebê. Algumas observações devem ser feitas em relação a esse grupo: o ideal é que o leite de origem animal ,principalmente o de vaca deve ser oferecido depois de 1 ano de vida. Os derivados podem ser oferecidos a partir dos 8 meses. A família deve ficar atenta a qualquer reação alérgica. A clara de ovo deve ser oferecida após 8 meses de vida ,pois é alergênica. A gema pode ser oferecida antes .As vísceras podem ser consumidas mas deve-se oferecer no máximo 1 vez na semana ou de 15 em 15 dias. As carnes e vísceras só devem ser consumidas pelos bebês a partir de 7 meses ,antes disso é aconselhável cozinhar juntos com os outros ingredientes da papa e descartar após o cozimento. Quanto a soja deve ser evitada antes do primeiro ano do bebê ,pois também é alergênica e a disponível no pais é transgênica.

Grupo 4 Gorduras e óleos :  óleo de soja, canola e girassol, além das manteigas e margarinas. Esse grupo é importante por que é rico em vitaminas A ( auxilia no revestimento das mucosas, visão, cabelo), Vitamina D ( importante para a estruturação óssea e estimulada através do sol) vitamina E ( auxilia na formação de hormônios ) e Vitamina K ( auxilia na coagulação sanguínea.

A água deve ser à base da alimentação. Como a água não tem sabor é difícil alguém gostar inicialmente principalmente a criança, então o estimulo da família transformará num hábito .

Temperos como cebola  e alho podem ser utilizados na culinária infantil mas em pequenas quantidades para evitar mascarar o gosto do alimento. Uma dica importante é retirar o filete do alho para evitar que o bebê tenha indigestão.

O sal  e açúcar só devem entrar na alimentação da criança depois de 1 ano.

Você sabe o que é lista de substituição?

A lista de substituição é uma tabela que contem em porções (medida caseira e gramas) a quantidade de alimentos que a criança deve comer por vez e quais alimentos podemos substituir do mesmo grupo afim de que a criança tenha a alimentação variada e não deixe de receber os nutrientes que precisa.

Carboidratos

  • 2 colheres de sopa de: aipim cozido ou macaxeira ou mandioca ou arroz branco ou arroz integral  cozido  ou aveia em flocos (1 col de sobremesa);
  • 1 unidade pequena de batata cozida (qualquer tipo), inhame;
  • 1/2 unidade de pão tipo francês, 1 fatia de pão de forma branco ou integral;
  • 1 bisnaguinha, 1 brioche;
  • 3 unidades de biscoito de leite ou tipo “cream craker” integral;
  • 4 unidades de biscoito tipo “maria” ou “maisena”;
  • 1 /2 fatia de bolo simples sem recheio e cobertura;
  • 3 biscoito tipo amanteigado;
  • ¼ xicara Cereal matinal com fibras;

Frutas

  • 1/2 unidade de banana prata ou caqui ou pera ou maçã ( se come uma inteira não há problema);
  • 1 unid kiwi ou laranja Lima oulimão ou nectarina ou pêssego;
  • 2 unidades de ameixa preta /vermelha;
  • 4 gomos de laranja bahia ou seleta;
  • 6 gomos de tangerina;
  • 9 unidades de morango (pequenos);
  • 6 unidades de uva sem caroço (a partir de 1 ano);
  • Sucos em torno de 150ml;

Hortaliças

  • 1 colher de sopa de beterraba( crua ralada/cozida) ou abobora ou cenoura (crua /refogada ou cozida) ou chuchu (cozido ou refogado) ou couve manteiga cozida;
  • 2 colheres de sopa de abobrinha ou brócolis cozido ou couve flor picada;
  • 1 unidade de ervilha torta ou vagem;
  • ¼  xicara de folhas picadas  de alface ,espinafre, acelga, chicória;

Leguminosas

  • 1 colher de sopa de feijão cozido ou ervilha seca cozida ou
  • 1/2 colher de sopa de feijão branco cozido ou lentilha cozida ( evitar a soja até se possível 2 anos);

Carnes em Geral

  • carne cozida ou fi lé de frango cozido (50 gr);
  • 1 unidade de espetinho de carne ou ovo cozido ou moela ensopada;
  • 2 unidades de coração de frango;
  • 1/2 fatia de carne bovina cozida ou assada;
  • 2 colheres de sopa rasas de carne bovina moída refogada;
  • omelete simples (1 ovo);
  • mini coxa de frango cozida;
  • hambúrguer caseiro;

As visceras devem ser consumidas no máximo 1 vez a semana e sendo de boa procedência (evite tripeiro).

Leite e derivados uma porção equivale a:

  • 1 copo de leite integral de vaca 100ml;
  • 1 pote de bebida láctea ou iogurte de frutas ou iogurte integral;
  • 2 colheres de sopa de leite em pó;
  • ¼ fatias de moçarela;
  • 2 fatias de queijo minas ou pasteurizado (polenguinho) ou prato;
  • 1 colher de sopa rasa de requeijão, cream cheese, creme de ricota;

Óleos e gorduras

  • 1 colher de sobremesa de azeite de oliva ou óleo de soja ou canola ou milho ou girassol, óleo de soja;
  • 1 colher de sobremesa de manteiga ou margarina;

Açúcares – após 1 ano de idade

  • 1 colher de sopa de açúcar refi nado ou açúcar mascavo (a partir de 1 ano por dia);
  • 2 colheres de sobremesa de geléia;

Noções basicas:

– Escolha dos ingredientes:

Os alimentos que compõem a papinha do bebê devem sempre ter um bom aspecto, uma procedência confiável e estar no prazo de validade. Legumes, verduras e frutas precisam ser bem frescos, lavados para retirar vestígios de sujeiras e bichinhos. Na hora de cozinhar, lave as mãos e evite espirrar ou tossir sobre os ingredientes. Prefira os alimentos da safra pois além de serem mais ricos em vitaminas e minerais também estão mais baratos.

– Como fazer a papinha:

Pique os ingredientes escolhidos e coloque em uma panela comum. Deixe cozinhar em fogo baixo até que todos os produtos estejam moles. Amasse com o garfo até  virar um purê – e a partir de 8 meses ofereça picadinho. A quantidade deve ser no máximo 4 colheres de sopa para iniciar as primeiras papinhas, mas isso varia de uma criança para outra.

Anúncios

Um comentário sobre “Pirâmide Alimentar Infantil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s